Partilhe esta Página



Total de visitas: 226505
Introdução as profecias
Introdução as profecias

Introdução ao estudo profético:
 
Esse tópico contém alguns princípios básicos de como entender as profecias bíblicas. Esse tema é muito vasto e aos poucos iremos inserindo mais material
Ao lermos o livro do apocalipse ( que significa revelação) nos deparamos com uma série de nomes e símbolos estranhos e sem sentido aparentemente. Lemos sobre bestas, chifres, selos, trovões, dragão, e muito outros termos...Por que então o apocalipse é cheio de símbolos? Deus não poderia explicar em uma linguagem mais fácil? Claro que poderia, pois Ele é Deus, mas esta simbologia era extremamente necessária, pois na época que João escreveu, muitos cristãos estavam sendo perseguidos e mortos por Roma. Imagine se o apocalipse fosse escrito com uma linguagem simples e os Romanos tivessem acesso a ela? Estes símbolos eram uma forma segura de Deus transmitir as informações para seu povo.
 
Muitos não estudam o apocalipse basicamente por dois motivos; ou por medo ou por desconhecimento. A verdade é que o apocalipse nada mais são do que  fatos que irão ocorrer (alguns já ocorridos) de grande importância para a humanidade e como o povo de Deus pode fazer para se preparar para os dias de atribulação. Esta é a idéia básica. O próprio alerta no inicio do livro reforça esse ponto de vista, leia:
 
"Bem aventurado aqueles que lêem e aqueles que ouvem as palavras da profecia e guardam as coisas nela escrita, pois o tempo está próximo" apoc.1:3
 
Com esta mensagem podemos entender como sendo um aviso para que nós venhamos a estudá-lo e nos preparar "pois o tempo está próximo"
Para iniciar esse estudo nós precisamos entender alguns termos que são comumente usados no livro do apocalipse como bestas, chifres, etc...temos que entender o seu significado. Para isso nós iremos criar uma "tabela de conversão profética" com o significado dos simbolos. Pegue sua bíblia e nos acompanhe:

.

Note que a bíblia é a maior interprete de si mesma. Se a bíblia diz que dragão é Satanas, temos que encontrar algo que assim defina. Se diz que Estrelas são mensageiros (ou anjos) devemos encontrar alguma passagem para confirmar...

Exemplos:
"Vi emergir do mar uma besta que tinha dez chifres e sete cabeças e sobre seus chifres dez diademas e sob as cabeças, nomes de blasfêmia"apocalipse 13:1

Ao traduzirmos de acordo com nossa tabela chegamos a conclusão:
besta = reino

Chifre = rei ou reino
Águas = povos
Blasfêmia= querer ser como Deus


então, ao traduzirmos, o texto ficaria assim

"Vi surgir um Reino  do meio dos povos, era um reino poderoso,10 reinos o precederam e é um reino blasfemo"

Note que ao interpretarmos os símbolos proféticos, fica fácil entendermos o que Deus quer nos mostar. Que reino Deus está se referindo? ao estudarmos as profecias de Daniel, iremos desvendar com facilidade

"Viu-se grande sinal no céu, a saber uma mulher vestida de sol, com a lua debaixo dos pés e uma coroa de doze estrelas na cabeça" apocalipse 12:1
 Ao traduzirmos de acordo com nossa tabela chegamos a conclusão:

mulher = igreja
Dragão = Satanás
sol = Jesus (sol da justiça -> malaquias 4:1-2)
estrelas = mensageiros
Lua = não tem brilho próprio, mostra apenas o reflexo, uma imagem  do sol

 

Esse texto de apoc.12 está tratando da igreja de Deus, veja o porquê
1. é uma igreja que existe desde o antigo testamento ( a lua representando os rituais e simbolos que eram só uma sombra, uma imagem de Jesus)
2. é uma igreja que continuou no periodo apostólicos, onde os 12 apóstolos são  representados pela coroa de 12 estrelas
3. é uma igreja que persiste até os dias de hoje. Ao lermos apocalipse 12:17 e 14:12 notamos ali que as caracteristias desse povo são: guardar os mandamentos de Deus e crer em Jesus

Dessa forma, a bíblia vai "traduzindo" os símbolos proféticos e assim podemos entender as mensagens de Deus para seu povo. Nos outros estudos sobre profecias iremos nos aprofundar mais e certamente iremos entender o tempo em que vivemos...e perceber que esse conflito entre o bem e o mal está no fim...e Cristo é o grande vencedor

Métodos de interpretação profética

Preterismo: Os que defendem esse método entendem que os fatos mencionados nas profecias especialmente de Daniel e Apocalipse, já ocorreram

Futurismo: Já os que defendem o futurismo, creem que os eventos preditos ainda irão ocorrer

Historicismo: Os que defendem esse método, creem que a história vem mostrando os eventos proféticos ao decorrer dos tempos



topo